Queda de cabelo: Quando se preocupar?

A queda de cabelo pode ser problema para muitas pessoas. Porém, você sabe quando é sério? Quando se preocupar? Saiba tudo neste artigo!

O cabelo possui importância visual, social e psicológica para as pessoas, devido a isso é uma preocupação constante.

Então é importante saber quando a queda do cabelo é um problema, certo? Já que pode estar associado a alguma patologia complicada.

Queda de cabelo: termo médico e tipos

A queda de cabelo pode ocorrer de forma parcial, total, temporária, definitiva, prematura ou não e é conhecida como alopecia.

Além disso, a vários tipos de alopecia:

  • Areada
  • Androgenética
  • Cicatricial.

Então vejam a seguir, os detalhes de cada tipo:

Alopecia Areada

É causada por tendência genética e piora com estresse e doenças autoimunes. Logo não ocorre a destruição da raiz capilar, por isso é reversível.

alopecea areata

Alopecia Androgenética

Comum em homens e mulheres, causa distúrbios no nível androgênico e fator genético. Logo se não ocorrer tratamento, a queda é progressiva levando a calvície.

As mulheres têm maiores chances de desenvolver este tipo de alopecia após a menopausa, devido a diminuição de hormônios femininos.

Alopecia Cicatricial

Causada devido a inflamação e destruição da raiz capilar, ocasionando a perda de cabelo irreversível.

Fases do crescimento capilar

O crescimento do cabelo é formado por três fases. Entender essas fases, é importante para identificar futuros problemas no couro capilar.

Anágena

Essa fase é a primeira que ocorre, o período de crescimento pode ocorrer em até 7 anos, com aproximadamente 1 centímetro de crescimento capilar por mês.

Catágena

Assim é a a segunda com duração de apenas 3 semanas e o cabelo para de crescer e as raízes do cabelo ficam perto do couro cabeludo.

Telógina

Por fim, essa é a última, ocorre o repouso e a geração de nutrientes para de ser fornecida. Então resultando a queda capilar, após isso, o recrescimento, voltando ao início do ciclo.

E quando meu cabelo cair?

Na verdade ele não cai, mas a sua produção é menor. Então quando tem a alopecia a fase anágena é reduzida consideravelmente. O crescimento do cabelo será menor e a queda com maior frequência.

Qual médico procurar

Devido a importância que o cabelo representa para as pessoas, existem muitos produtos no mercado a fim de ajudar a manter os cabelos saudáveis.

Porém, procurar por um profissional adequado para indicar o tratamento necessário para a queda do cabelo, é muito importante.

A auto medicação não é indicada já que pode estar ocorrendo um problema patológico de alto grau que pode piorar com uso de medicação errada.

O médico dermatologista é um profissional especialista que trata de anomalias de forma geral dos cabelos, da pele e das unhas. Entretanto existe o médico dermatologista capilar, o qual é um especialista em tricologia, é a ciência que estuda somente o cabelo.

A tricologia estuda e procura por soluções para os mais diversos transtornos capilares como os que alteram a estrutura e o aspecto do cabelo.

Por isso, este dermatologista é o mais capacitado para diagnosticar e tratar problemas de cabelos e couro cabeludo pois é especializado nesta área.

Queda de cabelo: Quando se preocupar?

Se ocorrer qualquer tipo de irregularidade com o cabelo ou o couro cabeludo é muito importante atentar-se e procurar por ajuda profissional.

Visto que, os produtos químicos, secadores, chapinhas, colorações, alisamentos causam muitos estragos na fibra capilar com o tempo de uso.

Assim como algumas razões específicas, provenientes da saúde, idade, fator biológico, fisiológico, psicológico, contribuem para a queda do cabelo.

Inclusive, a queda de cabelo quando se preocupar? Quando os fios estão quebradiços, elásticos, queda de cabelo em excesso, caspa, falta de brilho.

Ou seja, esses são alguns sinais que indicam que a saúde capilar não está boa e quanto antes iniciar o tratamento, melhores os resultados.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.