Como é que é uma fake news? Como Identificar?

Fake News: Uma expressão que ganhou popularidade no mundo inteiro, você sabe o que significa? De onde surgiu?E como identificar uma? Veja a seguir.

Com o fácil acesso da população a internet, hoje as notícias por sua vez alcançam uma repercussão nunca vista antes. As noticias reais ou falsas atingem os quatro cantos do planeta em questão de segundos.

Antes era necessários códigos de condutas severos para os meios de comunicação divulgar uma notícia, já na internet não precisa. Acontece que no mundo digital mudou a forma de consumir informações..

Foi assim que o termo em inglês fake news (falsa notícia), ganhou tanta popularidade nos últimos anos. Esse tipo de conteúdo tem como objetivo enganar os leitores, causando uma influência em sua opinião.

Como surgiram as notícias falsas?

As intituladas Fake News, que traduzindo significa noticias falsas, ganhou popularidade em 2016, nas eleições dos Estados Unidos.

Nesse período, diversos sites divulgaram informações de caráter duvidoso de concorrentes do presidente Donald Trump.

Apesar de ser uma expressão que viralizou recentemente, a divulgação de notícias falsas são artifícios usados há muitos anos. Com a intenção de manipular alguém contando vantagem ou distorcendo alguma situação.

No século XX, constam as primeiras aparições das notícias falsas, quando as histórias eram contadas por pessoas de maior poder. Contando uma versão heroica da situação, favorecendo a si e excluindo dos fatos os índios, negros e as mulheres.

Assim que esses grupos minoritários contaram a verdadeira versão da história, iniciou-se o combate contra as primeiras fake news. Entretanto, não são somente pessoas com menor poder que podem ser vitimas delas, atualmente todos estamos sujeitos.

Acontece que as informações falsas podem começar por um simples boato, disseminação de mentiras ou fatos retirados de seu contexto. Porém suas consequências podem ser alarmantes e se tornar devastadora em alguns casos.

O que é fake news generator?

Os geradores de notícias falsas têm as mais diversas intenções, elas são construídas por meio de robôs que simulam pessoas. Usam sites que aparentam ser confiáveis e se expandem através de perfis falsos nas redes sociais e WhatsApp.

Assim sendo os robôs conseguem colher informações pessoais através de aplicativos e baseado nisso direcionam as informações para o público-alvo. Dessa maneira muitos acabam compartilhando as informações sem saber a autenticidade da notícia.

Diante disso, as fake news são sustentadas, contendo disparos a todo o momento através de robôs e também pessoas reais. Portanto a capacidade de identificar se a notícia é verdadeira ou não, fica cada vez mais difícil.

Inclusive o investimento para a divulgação desse tipo de notícia tem sido grande, fazendo que pareçam cada vez mais verídicas. Com manchetes chamativas e usando sites ou nomes de pessoas influentes.

Com publicações de artigos bem escritos ou manipulação de vídeo e imagens, tudo para atrair a pessoa e assim influenciar sua opinião.

Qual a importância da Fake News no mundo?

A relevância que as notícias falsas têm no mundo pode resultar em diversas complicações. Ela realmente quer passar a informação na medida em que o leitor passe acreditar no que está lendo.

Usam de estratégias contendo informações verdadeiras e apenas uma falsa, para ganhar credibilidade e assim manipular o pensamento. Com conteúdos chamados sensacionalistas, com a intenção de levar ao erro.

Dependendo em qual mão cair à notícia o perigo aumenta, e a consequência desse ato pode resultar até em morte. Existem diversos casos de que essas notícias levaram inocentes a um fim trágico.

Casos envolvendo política, religião, campanhas de saúde e greves são alvos das fakes news, por isso é de extrema importância identificá-las.

Então como identifica uma fake news?

  • Não acreditar através do primeiro contato, baseando-se somente na manchete
  • Desconfiar do conteúdo, comprando com outros sites
  • Verificar a fonte que foi retirada a notícia
  • Ler a história completa
  • Verificar o autor
  • Averiguar se há preconceito
  • Consultar especialistas

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.